Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
16 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57517 )
Cartas ( 21184)
Contos (12611)
Cordel (10179)
Crônicas (22288)
Discursos (3141)
Ensaios - (9089)
Erótico (13416)
Frases (44292)
Humor (18621)
Infantil (3907)
Infanto Juvenil (2852)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138244)
Redação (2947)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4986)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Preto ou pingado das manhãs proletariadas -- 17/05/2017 - 06:35 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
É a única coisa que aprecio no nome "Americano" eis aí o famoso preto ou pingado ao gosto do freguês". Pois bem menino de curta calça e passos curumim nas calçadas do mercado São José enquanto meu pai mirava as portas do atacado de Jurandir Pires e Nações Unidas, meu Recife de outrora...ônibus elétricos, bandeirolas na Quatro de Outubro próxima a ponte holandesa gritando com frases e vozes militantes,anunciava a volta de Arraes. Uma polícia a cavalo, cães ferozes e os estudantes frente a frente, fora um tempo nefasto num regime militar.
Parei num boteco de muitos contos nas manhãs Pernambucanas e de ouvidos acesos escutara o proletariado num balcão na pressa e olho no balconista e olho no oriente dele(relógio) trás um pingado e lá em eco: pingado copo americano...Vai pra casa da pexti que mudou meu Recife...📝😭😭😭 Escrevo minha enchorrada diabla do meu cão assentido. Perdão por Santo não Ser e tanto pecar.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui