Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
103 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57497 )
Cartas ( 21184)
Contos (12607)
Cordel (10175)
Crônicas (22280)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13415)
Frases (44274)
Humor (18616)
Infantil (3901)
Infanto Juvenil (2847)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138230)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4980)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->A fronteira entre o normal é o patológico -- 25/04/2017 - 07:42 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Freud - A fronteira entre o normal e o patológico

Engraçado como na linha de pensamento, existe uma facilidade imediata de acreditar saber que existe uma fronteira entre o normal e o patológico.
Ilusoriamente, acreditamos numa classificação dicotômica separando o que é normal e patológico. Talvez porque seja mais fácil pontuar a normalidade numa maioria que sequer tenha a real noção do que venha a ser normal. Novamente, temos o confronto com a relatividade de tudo, inclusive o que vem a ser normal. Quadros apontados pela maioria como incompatível com o psiquê dito normal, permite ao ser humano viver no limite da admirável loucura que sendo extravagante é ousada e estigmatizada. Ainda estamos longe de saber qualquer coisa a respeito de tal assunto, mas é perceptível que vivemos na corda bamba entre o que mais irá influenciar: a "loucura na normalidade" ou a " normalidade na loucura".
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui