Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
107 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57005 )
Cartas ( 21168)
Contos (12596)
Cordel (10072)
Crônicas (22187)
Discursos (3134)
Ensaios - (8995)
Erótico (13393)
Frases (43601)
Humor (18446)
Infantil (3771)
Infanto Juvenil (2671)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138212)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4847)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Humor-->O ALUNO SUPERDOTADO -- 04/09/2009 - 13:37 (GERMANO CORREIA DA SILVA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O ALUNO SUPERDOTADO


A professora tinha dificuldade para administrar a peraltice, acompanhada de um QI (quociente de inteligência) acima do normal de um dos seus alunos, até então não notado, por isso ela resolve indagá-lo para saber ao certo o que se passava com ele:

- Pedro, o que há com você? Você tem se portado de modo inconveniente e isso tem atrapalhado muito as minhas aulas...

Sem pestanejar, ele responde:

- Sou muito inteligente para estar apenas no primeiro ano. Minha irmã está no terceiro ano e sou eu quem faz os exercícios caseiros dela, por isso me considero mais inteligente que ela. Eu quero ir para o terceiro ano também!

A professora percebe que sozinha não irá conseguir resolver o problema do seu aluno e o manda para a diretoria.

Enquanto o aluno espera na antessala, a professora explica a situação ao diretor.

O diretor diz para a professora que ele iria fazer um teste com o garoto, e como ele não iria conseguir responder a todas as perguntas, certamente ficaria no primeiro ano.

A professora concorda com a sugestão do diretor. Chama o Pedro e explica-lhe que ele teria que passar por um teste e o menino aceita.

O diretor faz a primeira pergunta:

- Pedro, quanto é 3 vezes 3?

E o garoto responde de pronto:

- São 9, senhor Diretor.

- E quanto é 6 vezes 6?

E novamente o garoto responde.

- São 36.

E o diretor continua com uma série de perguntas que um aluno do terceiro ano deve saber responder e Pedro não comete nenhum erro.

O diretor, então, diz para a professora:

- Acho que temos mesmo que colocar o Pedro no terceiro ano.

A professora inconformada com o grau de “esperteza” do garoto pergunta ao diretor:

- Posso fazer algumas perguntas para ele, também?

O diretor e o Pedro concordam.

A professora parte para o ataque e pergunta:

- O que é que a vaca tem quatro e eu só tenho duas?

Pedro pensa um instante e responde:

- Pernas.

Ela faz outra pergunta:

- O que é que há nas suas calças e que não há nas minhas?

O diretor arregala os olhos, mas não tem tempo para interromper...

- Bolsos - responde o Pedro.

E a professora, já meio irritada, faz outra pergunta:

- O que é que entra na frente da mulher e que também entra no meio e atrás do homem?

Estupefato com os questionamentos, o diretor prende a respiração...

- A letra "M". - responde o garoto.

A professora continua a argüição, sem dar muita chance para o garoto pensar:

- Onde é que a mulher tem o cabelo mais enroladinho?

- Na África, responde Pedro, de primeira.

- Qual é o monossílabo tônico que começa com a letra C termina com a letra U, tem um acento agudo e ora ele está limpo ora está sujo?

O diretor começa a suar frio.

- O vocábulo céu, professora - respondeu o Pedro.

Pedro pede um aparte e sugere fazer apenas uma pergunta para a professora. O diretor olha para a professora que assentiu com um balançar de cabeça.

- O que é que começa com C tem apenas duas letras, um buraco no meio e tanto o senhor diretor quanto a minha professora já deram para várias pessoas dessa escola?

O diretor e a professora ficam corados, mas antes que eles tivessem algum tipo de reação mais contundente Pedro decide quebrar o gelo e responde:

- É um CD. Eu mesmo já ganhei um da senhora, ano passado – sorri.

Não mais se contendo, o diretor interrompe tudo, respira aliviado e fala em seguida:

- Professora, vamos promover esse garoto para o quarto ano. Eu mesmo teria errado todas...


(Adaptação feita de um texto colhido na Internet, cujo autor desconheço)
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 15Exibido 644 vezesFale com o autor