Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
122 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57529 )
Cartas ( 21184)
Contos (12629)
Cordel (10184)
Crônicas (22291)
Discursos (3141)
Ensaios - (9091)
Erótico (13416)
Frases (44312)
Humor (18626)
Infantil (3910)
Infanto Juvenil (2857)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138254)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4989)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->O polvo, o cão e o governador -- 05/04/2017 - 05:24 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O Polvo, cão e governador

Falar com o governador, pia mermo! Me segura se não eu caio e se possível me belisca. Escreveu na dor dele, Nelson Rodrigues: " O Mineiro só é solidário no câncer". A pexti gente ajuda a eleger um vereador numa cidade de interior, qdo o infeliz se elege nem lembra mais do brejo Cruz que fora criança e comera luz. Chico no útero e na margem do penar da pena poética nas veias povo canta a dor humana aos poderes e freva o boi voador do que foi comum.
Junto ao cão no caô da pública, vida às eleições que estão na porta daqui pra frente. Todo mundo é todo mundo. O cão é o melhor amigo do homem mas diz Nito: O MUNDO é redondo e o homem caga nos quatro cantos
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui