Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
77 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57493 )
Cartas ( 21184)
Contos (12620)
Cordel (10174)
Crônicas (22282)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13415)
Frases (44271)
Humor (18617)
Infantil (3899)
Infanto Juvenil (2844)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138240)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4979)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->O ser foguete -- 28/03/2017 - 08:07 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O homem sempre foi um ser audacioso e com tanta audácia, conseguiu chegar a lua. Foi capaz de inventar o foguete, mas sabia que deveria propiciar um estímulo que impulsionasse a magnífica invenção humana. Quando percebeu que foi capaz de criar tal engenhoca, notou a necessidade de humanizar a invenção. Aplicando o fogo na própria traseira, viu que conseguiria subir velozmente para tomar posse dos castelos da área: verdadeiros sepulcros caiados por fora e podre por dentro.
Tocando o fogo no próprio rabo, notou que o disparo seria feito um bum, mas não contava com a rápida descida em queda livre. Então, haveria de ter o corpo e a cara estatelados ao chão, favorecendo a necessidade de um juízo de bom senso que não indica o incendiar do glúteo, visto que a queda provocaria uma cara completamente esbagaçada de vergonha.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui