Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
107 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57535 )
Cartas ( 21185)
Contos (12631)
Cordel (10185)
Crônicas (22291)
Discursos (3141)
Ensaios - (9093)
Erótico (13416)
Frases (44315)
Humor (18629)
Infantil (3912)
Infanto Juvenil (2858)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138263)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4990)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Silêncio! Deus está dormindo... -- 26/03/2017 - 09:30 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Silêncio! Deus está dormindo....

Mas quem seria esse Deus? O Deus seria o ser humano juíz na prepotência que diz conhecer a justiça divina para travar os benefícios aos subordinados garis despreparados e ainda com resquícios da ditadura? Então, Deus foi jantar, Deus está dormindo, Deus foi almoçar, Deus está de férias, Deus está nas alturas. Os templos têm o pé direito alto, para que o ser humano fique menor que um Deus fictício, um Deus fumaça, um Deus nuvem, um Deus só que nossas mãos não alcançam, não alcançarão e não alcançaram.
Deus chora seu nome em vão.
Véu na cara, escura,
Bíblia na mão, crucifixo no pescoço e nas ruas gritando " a morte de Dilma, a morte de Lula e zombara com a morte de Letícia". Esse é o Brasil, católico apostólico romano, esse é o mundo americanalhizado da quinta avenida do nosso planeta Terra, as controvérsias a cada instante... O povo até agora não pensou, o povo só umbil, eu digo o individualismo de cada qual. Até agora pelo tempo que eu existo nessa Terra, a minha geração tem sido uma vergonha diante da grandeza que se bate tanto nos grandes Templos que se diz: "Casa dor Senhor, a casa de Deus!" Suas portas não são mais de madeiras porque as madeiras já foram queimadas nas indústrias do capitalismo selvagem. Suas portas agora são de vidros de uma espessura assustadora e com material à prova de bala. As igrejas são cercadas, os pastores com ternos caríssimos, os obreiros com uma sociedade enorme de ameba no estômago, mas com as camisas bem trabalhadas e trabalhando a aparência. Cérebros todos adormecidos e só o ronco do estômago quando chega a hora do Anjo, amém! Essa é a sociedade que se prega tanto a paz no Cristo, a paz do revolucionário que bateu com a cara na madeira do Estado. Esse revolucionário sim, após bater na madeira do Estado, o próprio Estado
propagou que ele foi o Messias, a luz que veio para nos salvar, como tantos outros como Gandhi, Tiradentes, Mandela e tantos outros q morreram com a alcunha de revolucionários de tantos outros títulos para a satisfação de alguém. Como hoje também nos ambientes de trabalho quando faltam a dignidade e o caráter de chamar o ser para conversar e dizer os caminhos não, procuram denegrir a imagem porque hoje o verbo é blá blá blá e fofoca que tem mais força do que uma verdade que não existe, uma verdade que tem donos, uma verdade que hoje as nuvens anunciam uma ditadura militar no nosso Brasil, uma ditadura fria, uma ditadura calculista, uma ditadura cínica, uma ditadura com risos alados, uma ditadura que vem na madrugada, uma ditadura diferenciada. Antes, a gente sentia o calor nas ruas, hoje acordamos com as surpresas das ações nefastas de quem domina o nosso Brasil.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui