Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
94 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57535 )
Cartas ( 21185)
Contos (12631)
Cordel (10185)
Crônicas (22291)
Discursos (3141)
Ensaios - (9093)
Erótico (13416)
Frases (44315)
Humor (18629)
Infantil (3912)
Infanto Juvenil (2858)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138263)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4990)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Cavalo de coice da ditadura -- 25/03/2017 - 08:38 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Queimado fui pelas papadas da dita mole da ditadura...

Na beirada, o mineiro come e todos se fartam. Bate no Biro e grita, na prepotência aos subordinados que acreditam SER AO INVÉS DE ESTAR. Vivem a eternidade na dita dura acreditando jamais no seu fim.
Freud explica e no túmulo mexe com as ações do útero de chefe sem habilidade gente, fala pelos cotovelos, usa a força do cargo para chicotear uma gente.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui