Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
13 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57504 )
Cartas ( 21184)
Contos (12607)
Cordel (10177)
Crônicas (22282)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13416)
Frases (44276)
Humor (18618)
Infantil (3903)
Infanto Juvenil (2848)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138230)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4981)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->A dor crônica -- 19/03/2017 - 06:45 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A incerteza no viver me deu chance de praticar muitos erros que não puderam fazer parte da parede da sala. Parede estreita e pequena demais para albergar as imperfeições que me foram doadas de bom grado. A imperfeição em mim não tem limites de tão grandiosa e cabisbaixa. Vou e venho nessa majestosa imperfeição que me faz única sem nada ter sido. Minha alma é calejada e carrega em si uma tristeza dormente, cronicamente vivida no eu solitário que à volta percebe uma fragilidade de aço. Refiz toda ela é empunhei afitadamente a dor sobre mim, pois aos desdém do alheio, pouco importa contrita que marca os passos. Busquei na imperfeição a forma de apresentar casca grossa para oferecer resistência ao machado que não cansa de esculpir a dor e a tristeza em harmonia celestial. Escombros se fazem presentes, atrapalhando o percurso de não ter aonde ir e vindo, percebo toda a fantasia da realidade.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui