Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
93 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57517 )
Cartas ( 21184)
Contos (12611)
Cordel (10179)
Crônicas (22288)
Discursos (3141)
Ensaios - (9089)
Erótico (13416)
Frases (44292)
Humor (18621)
Infantil (3907)
Infanto Juvenil (2852)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138244)
Redação (2947)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4986)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->O fogo -- 12/03/2017 - 19:01 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O fogo começou fora e contaminou os sentidos ilhados na imensidão solitária do arquipélago. O repouso partiu, a paz desmaiou, o coração acelerou e pediu pra sair correndo e ele sorriu. Todas as fibras musculares tremem, não sente o corpo e a mente acelerada, com os neurônios trabalhando loucamente através das sinapses emitem o medo de choque emocional que pra sempre marca. De repente, mais parecia que a ilha iria se afogar na fumaça do fogo culminando com a terrível sensação de vazio no escuro. Do outro lado da linha, vozes calmas a orientar o vôo da águia desesperada na fuga do deus fogo todo poderoso e majestoso. Respiração voltando ao ritmo normal mas a vigília alerta, coração medroso, olhar de criança que chora e pede socorro. Ele rindo. Ela piti, e tremendo a essência dos móveis, corpo congelado no inverno calorento. Tudo treme, os móveis, a sala, a casa e a vigília dói.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui