Usina de Letras
Usina de Letras
45 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62410 )

Cartas ( 21335)

Contos (13272)

Cordel (10452)

Cronicas (22546)

Discursos (3240)

Ensaios - (10450)

Erótico (13578)

Frases (50803)

Humor (20074)

Infantil (5487)

Infanto Juvenil (4811)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1377)

Poesias (140872)

Redação (3320)

Roteiro de Filme ou Novela (1064)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1962)

Textos Religiosos/Sermões (6235)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->CORDEL DO REGRESSO -- 02/08/2002 - 04:06 (Amaso Nib Nedal) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Voltei para azucrinar
no cordel vou aprontar
Já estou na escuta
mas não ouço voz de puta
Nem de puta do sul
muito menos puta del leste
Não todos os esculachos
pois na usina rola o cambalacho

Na miúda vou entrando
no regresso atritando
Estou cansado da viagem
por isto vou economizar na bobagem
estou morrendo de sono
parece que vejo gnomo
Amanhã tenho que ralar
por isto não vou versejar

Estou vendo que aqui não mudou nada
apenas os mesmos homens de calça
e as mesmas mulheres de saia
Tem uma garota marota
que parece estar com a gota
Escreve cordel escrachado
merece parceria com esse Amaso

Só que hoje não vou o atraso
senão amanhã irei atrasado
Estou sujo de poeira
que nem churrasco na grelha
Vou ler e saber o que está rolando
para depois sair detonando
Saí pela porta lateral
antes que venha o vendaval
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui