Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
112 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57493 )
Cartas ( 21184)
Contos (12620)
Cordel (10174)
Crônicas (22282)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13415)
Frases (44271)
Humor (18617)
Infantil (3899)
Infanto Juvenil (2844)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138240)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4979)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->O outro lado -- 09/03/2017 - 14:55 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Do outro lado, avistava a imensa solidão a fazer festa no silêncio. O silêncio era a única companhia que sempre teve e nunca se queixou. A amiga tristeza era fiel escudeira e não deixava por menos, pois todas as vezes jazia em seu leito e acalentava seus sonhos de outrora nunca foram concretizados. Pairava sempre à espreita pra ver a passagem do grande teatro que inundava seus sonhos de alegria. Sonhava em nunca precisar ver gente, bastava a si e tinha a certeza que não seria traída na margem do rio. Tinha todos os desejos e ninguém precisava saber visto que saber não teria como realizá-los e caminhava sempre à margem com a agradável sensação de uma arejada sombra das árvores que a protegiam do outro mundo. Mundo não dela e só dela é que deveria ser.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui