Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
19 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57550 )
Cartas ( 21185)
Contos (12638)
Cordel (10186)
Crônicas (22292)
Discursos (3141)
Ensaios - (9093)
Erótico (13416)
Frases (44327)
Humor (18630)
Infantil (3915)
Infanto Juvenil (2861)
Letras de Música (5480)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138276)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4994)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Lembranças -- 26/02/2017 - 18:16 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Sou de um passado de dor de uma infância que viveu a amargura das vacas caquéticas que só tinham água p beber. Uma mãe que remendava os próprios vestidos pra poder vestir as filhas. O marido só a criar galo que sempre teve maior importância que a mulher e as filhas. Noite de Natal, mãe e filhas numa casa escura a esperar que alguém da família chegasse em casa trazendo uma cesta de Natal e sobras da ceia da noite anterior na casa da família de papai que ele trazia pela madrugada.
Sou de uma infância que quando ele chegava do cinema e trazia o apurado da bilheteria, já chegava brigando com mamãe pra ter motivo de não deixar dinheiro. Sou dessa infância em que minhas irmãs roubavam manga do colégio pra matar a fome. Tudo registrado na memória que todos os dias tenta se desfazer dessas lembranças amargas.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui