Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
90 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57517 )
Cartas ( 21184)
Contos (12611)
Cordel (10179)
Crônicas (22288)
Discursos (3141)
Ensaios - (9089)
Erótico (13416)
Frases (44292)
Humor (18621)
Infantil (3907)
Infanto Juvenil (2852)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138244)
Redação (2947)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4986)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Silêncio -- 26/02/2017 - 17:25 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Tudo que no silêncio couber

Restabelece o pensamento e torna quieto o barulho eufórico de tantas essências revoltadas pelas inúmeras recaídas do ir e vir nas voltas que o mundo dá. Não fosse ele, seria o barulho ensurdecedor a agredir o martelo, a bigorna e o estribo das estrebarias do curral humanificado.
Guarda o grito de uma dor permitida a rasgar o tecido que adorna o ser desnudado e de si esvaziado e sem rédeas. Apenas liberto de sentimentos à aprisionarem o eu no vazio da inércia de uma revolução ao gado marcado. No curral, a festa rola solta, sem adágio ou plágio de músicas que encantam o silêncio que se rende ao som de cantos em cada esquina do olhar.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui