Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
128 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57005 )
Cartas ( 21168)
Contos (12596)
Cordel (10072)
Crônicas (22187)
Discursos (3134)
Ensaios - (8994)
Erótico (13393)
Frases (43601)
Humor (18446)
Infantil (3771)
Infanto Juvenil (2671)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138212)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4847)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Humor-->PROPAGANDA ENGANOSA -- 02/08/2009 - 20:28 (GERMANO CORREIA DA SILVA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
PROPAGANDA ENGANOSA
(Por Germano Correia da Silva)


Um cliente interessado na aquisição de um sapato de couro entra numa loja de calçados e lê um cartaz afixado num flip-chart com os seguintes dizeres:

“DIGA-ME AS CARACTERÍSTICAS DA SUPERFÍCIE QUE TU IRÁS PISAR QUE NÓS PROVIDENCIAREMOS O TIPO DE CALÇADO QUE TU DEVERÁS USAR.”

Entendendo tratar-se única e exclusivamente de um apelo de merchandise, o cliente chama o balconista e resolve fazer seu pedido:

- Porventura, o senhor tem algum tipo de calçado que me possibilite andar ou correr sobre o gelo sem deslizar?

O balconista achou que aquele cliente estava pilheriando ou não tinha entendido a mensagem contida no cartaz exposto na loja e decide despitá-lo fazendo-lhe uma pergunta meio atravessada em tom de ironia:

- Por acaso, o senhor irá patinar ou participar de algum festival de carnaval no gelo?

O cliente franziu a testa, olhou fixamente para o balconista e respondeu secamente:

- Não é de sua conta... Se sua loja não tem o calçado que eu preciso o problema é seu e/ou do seu cartaz mal elaborado...

O balconista ficou meio desconsertado e tentando manter a própria calma e a do seu cliente, respondeu-lhe num tom sussurrado:

- Desculpe-nos, nós não temos nada que possamos servir-lhe no momento. Ademais, nós devíamos ter nos organizado melhor quando da elaboração do nosso cartaz. Na verdade, nossa intenção era apenas chamar a atenção da nossa clientela que tem o hábito de adquirir calçados para andar em superfícies normais...
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 15Exibido 688 vezesFale com o autor