Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
16 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57535 )
Cartas ( 21185)
Contos (12631)
Cordel (10185)
Crônicas (22291)
Discursos (3141)
Ensaios - (9093)
Erótico (13416)
Frases (44315)
Humor (18629)
Infantil (3912)
Infanto Juvenil (2858)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138263)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4990)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Coité, o bastardo -- 21/02/2017 - 06:39 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Coité o Bastardo...

Pau mira na eira sem beira

Nascido na margem da família Arecaceae e sempre mirado de lado, por olhares reprovadores de sua existência, criou-se o pé de laranja lima sem eira nem beira com todas elas a fazer-lhe sombra. Aqui acolá, as palhas do arborífero, deixavam cair suas folhas sobre o pequeno vegetal forçando-o a caminhar margeando a travessia principal que só permitia as Roystonea, posição de destaque. Mas a natureza, tomou as dores daquele pobre pé de laranja lima e enviou uma praga que deu pras bandas das Roystoneas. Foi quando, a família Eucalypteae resolveu socorrer a elas por meio da súplica do jovem Citrus sinenses, a fim de livrá-las do mal que as assolava. As Aracaceae perceberam quão frágil é a vida que vive no limiar entre a ascenção e a decadência.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui