Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
107 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57505 )
Cartas ( 21184)
Contos (12608)
Cordel (10177)
Crônicas (22283)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13416)
Frases (44277)
Humor (18618)
Infantil (3903)
Infanto Juvenil (2849)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138234)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4981)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Lei do boi -- 09/02/2017 - 17:07 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Lei do boi

Com tanta bicharada, teve logo que enfrentar o boi mais brabo na vida. Mas não sabia bem qual era, pois a boiada era da mesma espécie. Eles sempre viviam ou a solta ou no curral a procurar capim e sal mineral. Olham com certa dose de desprezo a quem não fosse dali e mantinham o ritmo da ruminação. À entrada, não causou-lhe medo, pois quando viu todos apáticos, percebeu que ali seria fácil construir seu rancho. Quando ali se estabeleceu, vieram dois representantes que lhe disseram que haveria de doar 10% de tudo que ali produzisse, se assim quisesse se manter. Como já havia ali se instalado, sem conhecimento da legislação bovina, não restava nada a não ser seguir a regra. Precisou trabalhar fora também para manter-se ali após perceber que não seria suficiente apenas o que dali tirasse. A jornada por ser dupla, exigia uma certa resiliência e determinação que foram aos poucos tomando parte de sua rotina diária. E com esse estilo de vida, muitas vezes teve que comer o pão que o diabo amassou ou que tivesse feito rabanada. E assim, vivia dia a dia, no equilíbrio entre adaptar-se aos bons e maus momentos que a vida lhe ofertasse a cada momento. Procurava buscar a harmonia serena do momento sem jamais esquecer o passado que a projetou ao presente instante.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui