Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
204 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57924 )
Cartas ( 21204)
Contos (12788)
Cordel (10233)
Crônicas (22049)
Discursos (3145)
Ensaios - (9188)
Erótico (13447)
Frases (45002)
Humor (18864)
Infantil (4083)
Infanto Juvenil (3105)
Letras de Música (5496)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138506)
Redação (2982)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2415)
Textos Jurídicos (1932)
Textos Religiosos/Sermões (5174)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Recados da vida -- 09/02/2017 - 16:37 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Recados da vida

Ao nascimento, a única reação que, fisiologicamente é permitida consiste no choro mais soluçado. A vida dá então as boas-vindas avisando que dali pra frente ela será invariavelmente madrasta. E ainda mais, nem tudo será o que deseja. Mas ainda permite choro, acessos de raiva, tristeza, e outras sensações que cabem a um ser. Mostra aos poucos que essa história de essência é "that`s over baby". Para a lei da sobrevivência haverá uma camuflagem que será a própria pele evitando o desnudamento de sentimentos bons que venham a tornar vulnerável a humanidade na essência a ação de predadores.
A idade avançada permite que a camuflagem fique ainda mais resistente e sábia a ações devastadoras. O caminhar lento já não demonstra a necessidade de chegar primeiro. Mas chegar com passos firmes. Uma certa apatia vai se instalando as eternas "novidades" do mundo. Não existe aquela vontade de expor o que não existe. Apenas o que é.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui