Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
99 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57012 )
Cartas ( 21168)
Contos (12603)
Cordel (10073)
Crônicas (22187)
Discursos (3134)
Ensaios - (8995)
Erótico (13393)
Frases (43603)
Humor (18446)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2676)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138216)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4847)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Humor-->GOELA ESTREITA -- 30/06/2009 - 19:15 (GERMANO CORREIA DA SILVA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
GOELA ESTREITA
(Por Germano Correia da Silva)


Há um ditado popular que afirma que quando Deus tira os dentes de um animal, seja ele racional ou não, faz com que a goela desse animal fique um pouco mais larga. É uma forma de compensação natural, mas não foi isso o que aconteceu com o agricultor Seu Nicanor.

Cidadão de boa índole e extremamente dedicado aos cuidados da imensa prole que ostenta, Seu Nicanor deu toda a atenção para os seus inúmeros filhos se esquecendo, evidentemente, de cuidar melhor do próprio corpo, principalmente da sua saúde bucal.

Alguns amigos e conhecidos afirmam que esse homem do campo, a exemplo de centenas de outros de sua região, nunca foi ao dentista. Não se sabe ao certo se isso ocorreu por decisão própria ou se foi por falta de orientação e/ou de recursos financeiros. A verdade é que a maioria deles apresenta alguma “janelinha bucal” quando esboça um simples sorriso.

No que diz respeito à situação do Seu Nicanor, em especial, ele mesmo não esconde a sua aversão aos profissionais que são encarregados de cuidar e/ou de extrair os dentes das pessoas que deles necessitam.

Desde pequeno Seu Nicanor sempre foi um garoto medroso, principalmente quando o assunto era “cuidar dos dentes”, mesmo que se tratasse dos de leite. Adorava comer cocada e doce de leite e o seu prato predileto era quiabo cozido com carne frita.

Certa vez, desta feita já na idade adulta, estando a almoçar numa roda de amigos, resolveu fazer uma brincadeira inconveniente envolvendo o nome de Deus e a sua preferência pelo quiabo aos outros alimentos.

As testemunhas de vista afirmam que ele teria dito durante um almoço entre amigos que para ele engolir quiabo não era necessário que Deus lhe ajudasse e mal acabou de falar já estava engasgado.

Foi um verdadeiro alvoroço. Após ser socorrido por um daqueles seus amigos que tinha algum conhecimento de primeiros socorros, foi duramente criticado pelos demais que não entenderam a sua atitude de incredulidade. Mas ele não se fez de rogado e para não perder a pose partiu com um de seus rompantes:

- Ué, eu achava que Deus não iria levar tão a sério uma brincadeirinha feita entre amigos – pilheriou.

Por ser ele uma dessas pessoas que possuem muitos espaços vagos nas arcadas dentárias, era de se esperar que ele tivesse, realmente, a goela mais larga, fazendo valer o que preconiza o adágio popular:

“Quando Deus tira os dentes deixa a goela mais larga.”

- Verdade ou mentira?

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 15Exibido 565 vezesFale com o autor