Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
95 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57497 )
Cartas ( 21184)
Contos (12607)
Cordel (10175)
Crônicas (22280)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13415)
Frases (44274)
Humor (18616)
Infantil (3901)
Infanto Juvenil (2847)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138230)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4980)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->O cajado na aposentadoria do professor -- 14/12/2016 - 18:58 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O cajado na aposentadoria do professor

O Magistério, a arte da troca simultânea que envolve universos distintos de vida, no qual o professor além de conhecimento a ser transmitido, tem que ter a habilidade de gerir a promoção da aprendizagem respeitando a história natural de vida do aluno no processo pedagógico, vem passando por diversas fases ao longo do ensino em que o mérito devido ao ser professor sofreu alterações impactantes. Gerenciar uma sala de aula além de desafiadora, é uma função que exige energia extra do profissional da área da educação responsável não somente pela transmissão mas sobretudo provocar um pensamento crítico no aluno fornecendo a ele instrumentos necessários para que ele tenha condições de formular sua própria opinião em relação ao tema trabalhado em sala de aula, partindo da experiência vivida fora da sala de aula. Portanto, além da tecnicidade, a prática pedagógica exige a transversalidade não só entre as disciplinas, mas do que se pode inferir com isso sobre a realidade de vida de cada estudante. Ou seja, a retórica do ensino é um labirinto quando se trabalha com diferentes aspectos, entretanto nem sempre as condições para práticas educacionais adequadas e a remuneração servem de estímulo ao professor que mesmo fora da sala de aula, demanda tempo extra de atenção ao aluno através da correção de provas, orientações e reciclagem continua. Diversos programas de governo tentaram estabelecer estratégias de ensino sem no entanto observar a história natural da sociedade, que passa pela sua origem, cultura, conflitos e necessidades. Com a aprovação da PEC 55, que congela os gastos com a saúde e a educação por 20 anos, aliada à reforma de um sistema previdenciário que exige do trabalhador, um pedágio a mais, no qual terá que trabalhar bem mais tempo um profissional da área de ensino prolongando o nível de estresse a que é diariamente submetido, sem contar com as limitações físicas a que o passar do tempo impõe ao ser humano. Percebe-se então, que haverá um professor de cajado que fará parte da rotina de salas de aula simulando os personagens bíblicos e antigos filósofos a passarem por verdadeiros testes de resistência física e psíquica para enfim, terem o direito ao merecido descanso junto à eternidade.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui