Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
214 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59012 )

Cartas ( 21232)

Contos (13075)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9397)

Erótico (13483)

Frases (46345)

Humor (19241)

Infantil (4416)

Infanto Juvenil (3659)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138112)

Redação (3046)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1940)

Textos Religiosos/Sermões (5486)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Erótico-->APELANDO -- 17/08/2013 - 17:28 (Benedito Generoso da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. APELANDO

Eu canto num canto
Daqui duma gaiola
Sou um pássaro ferido
Sempre sonhando com a sola
Do meu sapato que descola
Quando eu dou um passo
No rumo da escola.

E mendigo uma esmola
E vou cantar de viola
Até meu canto cansar
Nunca vou descansar
No braço da viola
Até você me amar.

Conta para mim
Canta para mim...
Cantarei para você
Até me cansar
De contar tudo
Tudo o que quer saber.

Vem vindo o alvorecer
É o sol que desponta
Sua luz resplendente surpreende
Meu corpo sobre seu corpo
E você debaixo de mim
Gemendo e pedindo que o amor
Tenha um início sem fim.

Um amor sem fim é assim
Quando beijo sua boca
E chupo e sugo sua língua minguada
Mendigando uma chupada

No meu pau sem touca.
Os pelos de sua Xana
Chamam e apelam
Para que eu chupe o grelo
E nele toque o dedo
Sem ter medo do tesão.

BENEDITO GENEROSO DA COSA
Londrina - PARANÁ

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 101Exibido 377 vezesFale com o autor