Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
112 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57367 )
Cartas ( 21181)
Contos (12598)
Cordel (10136)
Crônicas (22252)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44122)
Humor (18580)
Infantil (3845)
Infanto Juvenil (2800)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138537)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4943)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->Reexame (*) -- 17/02/2009 - 16:16 (Benedito Pereira da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Reexame (*)


Cara amiga, saudades!


Você é ainda uma das coisas mais gratas que me toca e impulsiona viver.


Lendo a sua atenciosa e gentil carta, de hoje, devo confessar que essa cidade (suas paisagens e muitos de seus habitantes!) deixaram-me saudades mil.


Quando parti, supunha que estava deixando algo para trás. Mas o quê? Perguntava-me e não tinha resposta clara. Permaneciam a dúvida e o sentimento de que algo ficava.


Enfim, leva-se um bom tempo para descobrir o que nos leva o tempo. Entretanto, descobre-se. E o mais importante é ter ciência do que estava quase adormecido.


Ele talvez levou-me algumas coisas; porém, não conseguiu apagar a imagem indelével que tenho de você e das coisa puras e sinceras que vivemos juntos.


Escreva sempre. Pode crer: faz-me muito bem! Fique com Deus! Até breve!


No momento, que, sem dúvida, foi muito feliz, relembro estes versos:


"O amor é essa força incontida,
desarruma a cama e a vida,
Fere-nos, maltrata e seduz.
É feito uma estrela cadente
que risca o caminho da gente,
enche-nos de força e de luz."

Toquinho/Vinícius


Com estima,

o amigo que conquistou e manteve.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 625 vezesFale com o autor