Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
112 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57493 )
Cartas ( 21184)
Contos (12620)
Cordel (10174)
Crônicas (22282)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13415)
Frases (44271)
Humor (18617)
Infantil (3899)
Infanto Juvenil (2844)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138240)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4979)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->A merda -- 24/11/2016 - 18:39 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Não existo mas aqui estou duma diarréia cósmica, merda dos Deuses do lá Oriente eterno...Fedido e fudido no observador humananimalis... Perdão por branco ser sujo...

Após nove meses de de prisão de ventre, fui expulso da mansão juntos com os demais tolotes. Disseram que foi tanta merda a nascer, que ninguém aguentava tanto cheiro de alfazema no ar.
Como todo bom cocô, cresci fazendo o que mais sei fazer: cagadas, sempre com a felicidade estampada no ápice merdal. Caminhando e cantando e seguindo a canção.... De merda em merda fui crescendo e me tornei a melhor merda que alguém já conviveu no cosmo. Por isso, Marte me aguarde!
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui