Usina de Letras
Usina de Letras
17 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61953 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22529)

Discursos (3235)

Ensaios - (10258)

Erótico (13560)

Frases (50357)

Humor (19993)

Infantil (5388)

Infanto Juvenil (4724)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140710)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6141)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->Você sabe se Comunicar ? -- 25/10/2003 - 17:31 (Andrea Fiuza) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Quando falamos de comunicação, vem-nos a ideia de uma coisa fundamental a vida em sociedade e que de uma forma ou de outra todos sabemos como fazer. Mas será que conseguimos realmente nos comunicar com eficiencia ? Para verificarmos isso, vejamos algumas considerações sobre os processos de comunicação.

Qualquer pessoa sobre a face da Terra tem um processamento mental ou assimilação de tudo o que acontece consigo e ao seu redor. Esta é uma maneira peculiar do individuo compreender o mundo ao seu redor.

Comunicação é um processo que corresponde a transmissão de uma mensagem de um emissor para um receptor através de uma linguagem comum. Isso pode se dar de diversas maneiras, utilizando de diversos meios.

Podemos dizer que nem todo processo de comunicação é bem sucedido. Este fato é verificavel quando a interpretação ou compreenção do receptor não corresponde a mensagem enviada pelo emissor. Essa situação, inconveniente, pode ocorrer por diversas razões, entre elas: a) o desconhecimento da linguagem; b) problemas de recepção; c) falta de clareza e objetividade por parte do emissor; etc... Mas vamos analizar essas três, que são mais comuns.

a) Desconhecimento da Linguagem à Imagine-se conversando com um estrangeiro do qual você não domine o idioma nativo dele. Será dificil se comunicar verbalmente, mas lançando mão de criatividade, talvez será possivel haver alguma comunicação não verbal, como apontar alguns objetos, fazer mimicas ou gestos. Em uma outra situação, imagine-se indo para uma daquelas cidadezinhas pitorescas mas muito distantes do resto do mundo. Lá desenvolve-se um tipo de dialeto local, que é quase incompreensível para qualquer viajante que tem seu primeiro contato com a população local.

b) Problemas de Recepção à Há diversos tipos de problemas relativos a recepção ou percepção das mensagens, que pode advir de problemas físicos ou psicológiocos, como por exemplo tentar conversar com uma pessoal total ou parcialmente surda, ou pessoas neuróticas, dispersivas ou com problemas mentais.

c) Falta de Clareza e Objetividade por Parte do Emissor à Entendimento é um produto de um processamento de informações claras, verdadeiras e corretas. Caso travemos uma conversação com pessoas obtusas é certo que perceberemos logo que são confusos e tem dificuldades de se expressar, logo também teremos duvidas se realmente compreendemos o que a pessoa está dizendo ou querendo dizer. Só teremos certeza que tal pessoa é confusa, a demais é possibilidade, não certeza.



Emissor --> Mensagem --> Receptor

Percepção

)

Observação

(

Interpretação

)

Visualização

(

Reação ou Opinião





Como podemos observar, no centro do diagrama, temos um processamento dividido em 5 grupos distintos mas concatenados, a saber:

1. Percepção : Estimulo aos sentidos que permitem ao individuo comunicarse e interagir com o mundo ao seu redor.

2. Observação : Quando o estimulo é suficiente para despertar ou iniciar o processamento mental da mensagem. É uma fase de analise e coleta de dados sobre o assunto tratado.

3. Interpretação : É a comparação dos dados sobre o assunto com as informações em nosso banco de dados interno, ou seja, nossa experiencia de vida, tudo o que aprendemos, sabemos ou como pensamos.

4. Visualização : De acordo com os níveis de subjetividade que a interpretação da mensagem atingiu, forma-se uma visualização do assunto, pois nossos pensamentos são expressos internamente em imagens, que nem sempre encontram referenciais concretos pois são gerados em niveis subconsiencia, mas nos transmitem elementos para uma reação positiva ou negativa em relação ao assunto.

5. Reação ou Opinião : Quando tomamos consiencia da maneira interior que temos em relação a este ou aquele assunto, as informações, antes abstratas, se concretizam e buscam argumentação consciente, ou seja, uma opinião formada e pronta para ser apresentada em concordancia ou discordancia do assunto.

Niveis de comunicação – Saber Ouvir

Como falamos no principio, a comunicação é um processo que conta com emissor, mensagem e receptor. Os papeis são revezados ao longo do assunto. Pressupõe-se que ora um é o falante, ora o ouvinte, mas será que sabemos ouvir ?

O escritor americano, John Powell, em seu livro “ Porque tenho medo de me identificar ?” delineou 5 níveis de comunicação que a maioria das pessoas usa diariamente, e que originou a seguinte relação:

Nível 5 à Conversa com chavões

Nível 4 à Narrando fatos sobre os outros

Nível 3 à Minhas idéias e conceitos

Nível 2 à Meus sentimentos e emoções

Nivel 1 à Comunicação verdadeira, totalmente emocional e pessoal.

Percebemos que a profundidade de uma conversa e diretamente proporcional a identificação e intimidade que se tem com seu interlocutor. Esses niveis podem variar muito durante uma comunicação, mas se conseguirmos reduzir os bloqueios entre emissor e receptor, a mensagem terá mais chances de ser absorvida e trabalhada para que haja proveito para ambos.

Se pretendermos ser bons comunicadores precisamos aprender primeiramente a ouvir, pois essa é a chave para a identificação e assim também seremos ouvidos.

Dale Cardgine em seu best-seller “Como fazer amigos e influenciar pessoas” sugere boas dicas para se tornar um bom comunicador, entre elas vale sitar uma : “Nada interessa mais uma pessoa do que ela mesma e não há palavra mais bela em seu idioma do que seu próprio nome”. Outras preciosas dicas podem ser adquiridas numa leitura integral do best-seller.

Mas voltando ao assunto saber ouvir, proponho uma auto-avaliação pessoal e honesta, a partir das seguintes perguntas :

1. Você já parou para escutar ?

2. Você escuta sem fazer pressuposição ou julgamento ?

3. Você escuta apenas pelo toque ?

4. Você consegue comunicar-se com honestidade ?

5. Você se comunica através da palavra escrita ?

6. Você é um bom ouvinte do sexto-sentido ?

7. Quanto tempo você reserva para ouvir ?



Niveis de Comunicação – Saber Falar



A comunicação é um corredor de muitas portas que podem se abrir ou se fechar, dependendo do talento do comunicador. Voltamos aos niveis de comunicação, agora do ponto de vista do emissor.

Como já vimos uma mesagem deve ser transmitida com clareza e objetividade para que tenha boas chances de ser eficientemente compreendida e respondida. Quanto isso não ocorre, é comum haver brigas e discussões. Como sabemos, grande parte delas é geradas por mal entendidos e pressuposições, fechando todas as portas de comunicação entre as pessoas.

Em cada situação, com cada tipo de interlocutor é utilizada um nivel de comunicação diferente, que varia de acordo com o grau de intimidade e interesse das partes. Porém, devo salientar que a comunicação é clara quando expressa honesta e abertamente os pesamentos da pessoa que fala. E a comunicação é objetiva quando tem um proposito, uma finalidade que expresse os interesses diretos ou indiretos da pessoa que fala.

O mais importante para o emissor é ser realmente ouvido e compreendido, pois não há comunicação de mão única. Caso isso não ocorra naturalmente, é importante revisar os procedimentos tomados e buscar melhores métodos.

Sugiro alguns exercícios facilmente praticaveis que poderão ajudar a descobrir como você está se comunicando.

1. Exercite seus proprios sentidos, um de cada vez, funcionando total ou parcialmente. Dessa maneira, poderá experimentar laboratorialmente o que você sente e como reage.

2. Durante os exercícios acima, identifique as fases do seu processamento mental da comunicação. Verifique exatamente o que se passa por sua mente ao passar por essas experiencias.

3. Observe esses processos em outras pessoas. Você aprenderá como outros processam e talves consiga encontrar algumas portas abertas.



Concluindo este artigo, pois o assunto é muito vasto, temos que (1) a comunicação é eficiente quando a entendimento reciproco pelas partes; (2) para ser um bom comunicador é necessario ser um bom ouvinte e saber abrir as portas de identificação, (3) para ser claro e objetivo é necessario auto-conhecimento, uma vez que se conhecendo bem é mais simples dar-se a conhecer.





Por



Andrea Fiuzza

21/10/2003

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui