Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
7 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57504 )
Cartas ( 21184)
Contos (12607)
Cordel (10177)
Crônicas (22282)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13416)
Frases (44276)
Humor (18618)
Infantil (3903)
Infanto Juvenil (2848)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138230)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4981)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Eu e o ladrão de galinha -- 15/11/2016 - 09:19 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A lei mais parece feita para ser aplicada à faixa de pecados primários. Vejamos o seguinte: todas as vezes que eu tenho fome e vou roubar uma galinha, pra fazer uma bela de uma canja, quem na verdade serve de canja às leis ordinárias subordinadas à uns poucos privilegiados, sou eu. Vira e mexe e lá estou num engradado com mais uma turma boa, que tentou driblar a fome ou a necessidade. Um olhando pra cara do outro sem saber pra onde danado fica a verdade absoluta e relativa das leis que agem impunimente e permitem que cidadãos pegos com a boca numa enorme botija sejam nomeados ministros e uns com currículo ilibado sejam barrados nos bailes da Alvorada.
Ainda bem que existe a balada do louco para fazer-me levitar na merda.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui