Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
102 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57505 )
Cartas ( 21184)
Contos (12608)
Cordel (10177)
Crônicas (22283)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13416)
Frases (44277)
Humor (18618)
Infantil (3903)
Infanto Juvenil (2849)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138235)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4981)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->O enterro do amor -- 12/11/2016 - 16:43 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O enterro do amor

Quantas pás cabem nessa cova? Se a cova for rasa, poucas serão necessárias. A medida da terra está na profecia divina que exige pouco espaço na terra pisada de barro e cheia de lodo. O barro a ficar contente porque ele receberá um excelente nutriente: O AMOR. Da terra, nascerá todos os tipos de alimentos a ressarcir a esperança dos nele desesperançados. Enterremos e convoquemos uma celebração à moda surreal que vem se apresentando este sentimento não sentido. Faremos um enterro gótico! "Enterro gótico?". Pergunta a noviça ao Padre ao Padre Bidião.
Sim minha filha, o AMOR não existe. O que existe é ROMA, com os deuses e deusas de-usas usadas e atiradas aos leões da festa dos Coliseus. ROMA não tem AMOR, tem enigmas a serem detalhadamente estudadas na filosofia bidiana. A filosofia bidiana, estuda o inverso do AMOR que vira do avesso, vossas cabeças, filha. Pela ciência quântica, não há condições de estimá-lo porque estima não há. Filosoficamente, sob o aspecto bidiônico, não há como sentir algo, apenas executá-lo e providenciar as capelas necessárias ao puteiro paroquial. Bidionicamente falando, usamos para inspirar-nos e não necessitamos enterrar AMOR nenhum, visto que não existe.

Palavra da Salvação!!

Padre Bidião
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui