Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
37 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57965 )
Cartas ( 21205)
Contos (12826)
Cordel (10235)
Crônicas (22053)
Discursos (3146)
Ensaios - (9196)
Erótico (13452)
Frases (45052)
Humor (18892)
Infantil (4100)
Infanto Juvenil (3142)
Letras de Música (5498)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138529)
Redação (2986)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2416)
Textos Jurídicos (1932)
Textos Religiosos/Sermões (5199)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Nobre mulher -- 12/11/2016 - 16:30 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Oh!!! Nobre Mulher!!!Este ser perfeito no girar da Mãe terra:Noite/Dia;Oriente/Ocidente;Inverno/verão.
Alá...Alá...Alá...Alagoas,batizado na capela Madalenas aos delas braços,que vi a incansável luz.Na embriaguês do velho e curtido vinho na sacristia da Rogada Santa do Ó, de Redondos rosas Rosários a fortes punhos,virgem das Marias,que o pecado original da carne,leva-me o Eu serpente rastejar diante da pesada e poderosa Cruz dos Josés Filhos. Ao coração Negro das Silvas Chicas,amei...amei...pequei...pequei...Meu inesgotável Xirirí, a esporrar seus Belos e Duros Peitos Mulatos, e ví Sim Senhora:Deus Sofrendo Dores Horríveis, aos Céus Dele.Perdão Senhor por Pecar Tanto, e não Ser Santo.

Amém Vai a Paz...

Padre Bidião
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui