Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
94 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57492 )
Cartas ( 21184)
Contos (12620)
Cordel (10174)
Crônicas (22282)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13415)
Frases (44271)
Humor (18617)
Infantil (3899)
Infanto Juvenil (2844)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138240)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4979)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Ponto eletrônico -- 12/11/2016 - 16:12 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Ponto eletrônico
Nina Pode...
Nina Fode...

No Salgadinho dela no Pam de suas beiradas Nina! Fode...Nina Pode...
O robô faz plim plim, assusta a sala da justiça a dela chegada... Pode e Fode Nina o Polvo da longa fila nos corredores da invisível Nina...Ela pode...Ela Fode ..
Sai no pisar de manhosa gata com seu batom de luz ré do vermelho jeep, aos seus toque,toque pisados adentra no veículo do chefinho e vai dar o lanche da bicuda na engenharia dos montes e eiras das beiras de Nina...Ela pode...Ela Fode no público serviço dela...
Polvo da língua grande na fila dos cancerosos q aguarda a Nina, pois ela foi só dá uma foda...Ela pode,ela Fode até com a máquina q diz q lá ela estar...
Is ponteiros cruzam no sexo natural da máquina e do tempo, chega Nina e já chega saindo...Ela pode ela Fode....Doutora dela, lá se foi Nina de bambas pernas e olhos brilhantes...Ela pode ela Fode...

Relatório Bidionico sobre o funcionário público do nosso cagado Brasil...O mundo é redondo é a doutora Nina caga nos 4 cantos da saúde polvo...

Vai a paz.

Padre Bidião
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui