Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
97 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57529 )
Cartas ( 21184)
Contos (12629)
Cordel (10184)
Crônicas (22291)
Discursos (3141)
Ensaios - (9091)
Erótico (13416)
Frases (44313)
Humor (18626)
Infantil (3910)
Infanto Juvenil (2857)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138254)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4989)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Existência -- 12/11/2016 - 15:50 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Não sei o que me coloca nessa existência. Não sei. Talvez porque um dia me vi com vida e ela querendo brincar, se escondeu no quintal onde eu adorava subir o pé de goiaba. O pé de goiaba também era vida. Subia e descia aqueles galhos e lá ficava sentada a saborear a imagem das galinha correndo atrás dos pontinhos e os galos, todos imponentes, claro, a ditar a ordem do dia. Os cachorros faziam a festa. Samanta, Fanni, Susi, Kimba e a gata Pequenina vinham sempre dar o bom dia. Todos partiram. Fiquei. Na memória do quintal ainda sobrariam histórias pra contar. Espaço havia. Mas o tempo, professor da vida impõe limites e avisa que você tem que sair do quintal pra reinar, se ela a tão melindrosa vida, permitir.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui