Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
238 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57965 )
Cartas ( 21205)
Contos (12826)
Cordel (10235)
Crônicas (22053)
Discursos (3146)
Ensaios - (9196)
Erótico (13452)
Frases (45052)
Humor (18892)
Infantil (4100)
Infanto Juvenil (3143)
Letras de Música (5499)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138529)
Redação (2986)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2416)
Textos Jurídicos (1932)
Textos Religiosos/Sermões (5199)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->A india -- 10/11/2016 - 15:47 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Morena mulher de traços e encantos indígenas, curumim que encanta meus sonhos de homem e me absorve inteiro. Vivo enfeitiçado por essa beleza ímpar e ao mesmo tempo com traços indígenas que nutre meu desejo de homem no doce mistério de mulher bela e exótica. A paixão que sinto por essa mulher, me faz seu escravo no concerto musical do sexo que convive em harmonia entre o profano e o sagrado nos doces das doceiras da vida. Beleza forte e surreal de lábios carnudos e pele macia. Corpo avantajado no amor que me proporciona acima dos meus desejos viscerais, presença marcante com olhar negro determinado a me embalar nas penas das asas da Índia Iaramamy. Minha Índia que tanto a amo, volta pra esse viril que não vive sem saborear tua boca de jambo. Quando te levo a um doce lugar, de doces quero empanturra-me e enebriado fico no Le Charlote de teus encantos.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui