Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
188 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57952 )
Cartas ( 21205)
Contos (12800)
Cordel (10234)
Crônicas (22052)
Discursos (3145)
Ensaios - (9191)
Erótico (13451)
Frases (45042)
Humor (18882)
Infantil (4091)
Infanto Juvenil (3129)
Letras de Música (5498)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138520)
Redação (2984)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2416)
Textos Jurídicos (1932)
Textos Religiosos/Sermões (5193)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->A festa no sítio bidiônico -- 10/11/2016 - 15:19 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A crise econômica estava a fechar os cofres para a festa bidionica. O vigário da paróquia bidionica, o polêmico padre Bidião descansava o queixo na palma da mão sem saber o que fazer para garantir os quitutes da festança após a homilia.
A macaca Luzia já confirmara que banana não iria faltar. A gaivota Lalá saracoteava afirmando que quitutes como grãos não faltariam às penosas. A arara Elke, garantiu que sementes de girassol não faltariam. Entretanto, a onça só observava sem se interessar pois a ela só interessava abocanhar um pedaço de coxa e sobrecoxa. Mas evitava opinar por questão de foro íntimo. Timidez, quem sabe, ou receio de não ser convidada devido à sua peculiaridade quanto ao paladar. O padre Bidião cansou de tanto pensar e afirmou que deveria estar muito ocupado com o seu pronunciamento a ter que se preocupar com esses detalhes que são de competência da comunidade paroquiana. Foi então recolher-se para maquinar o que iria pronunciar na celebração.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui