Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
109 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57529 )
Cartas ( 21184)
Contos (12629)
Cordel (10184)
Crônicas (22291)
Discursos (3141)
Ensaios - (9091)
Erótico (13416)
Frases (44313)
Humor (18626)
Infantil (3910)
Infanto Juvenil (2857)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138254)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4989)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Alvorada: balcão de negócios americanalhizados -- 09/11/2016 - 15:31 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Alvorada: Balcão de negócios americanalhizados

Dia de domingo e a feira legal de escravos deputados escolhendo o sim de um deputado no monte ou no paiol de humananimalis.
Balança meu bem que o líder maior da assembléia nefasta da PEC 241, avisa que o banquete está servido. Revoltado por chamarem a princesa de Marcela bumbum, oferece um brinde na intenção de dar lapadas surreais nos plebeus súbitos.
Enquanto isso na lombada do lombo polvo e o pão de ló no bão gente, balança as urnas com 25000 ( vinte e cinco mil) apaixonados e Freud acorda, assustado com a lapada nas urnas largas de véu encardido de noivas na fé adeus a Deus no Dará dela...
Tem gente gritando: colocaram café quente no meu caneco, agora empenou o danado e os beiços ficaram desconformes.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui