Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
222 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57965 )
Cartas ( 21205)
Contos (12826)
Cordel (10235)
Crônicas (22053)
Discursos (3146)
Ensaios - (9196)
Erótico (13452)
Frases (45052)
Humor (18892)
Infantil (4100)
Infanto Juvenil (3142)
Letras de Música (5498)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138529)
Redação (2986)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2416)
Textos Jurídicos (1932)
Textos Religiosos/Sermões (5199)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Minha sé de tantas sedes -- 07/11/2016 - 23:26 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Minha Sé de tantas sedes


Colonialmente linda essa menina de tantos amores que nela habitam e passeiam pelas ladeiras qua lavam a alma poética dos seus casarões.

Minha linda cidade que na idade, revela tantos amores caprichosos ao som das orquestras de frevo e dos hinos cantados nas igrejas ornadas de ouro outrora surrupiado e do pau-Brasil contrabandeado.

Pupila do meu coração vagabundo que visse a pelejar nesse mundo.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui