Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
98 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57500 )
Cartas ( 21184)
Contos (12607)
Cordel (10175)
Crônicas (22280)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13415)
Frases (44274)
Humor (18616)
Infantil (3901)
Infanto Juvenil (2847)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138230)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4980)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Prova de amor maior não há que doar as terras a seus irmãos -- 07/11/2016 - 19:04 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Major Lalá acordou assustada e atirou num vulto pensando que era um soldado na visão Maria Bonita( macaco)...Logo após, fez a leitura no mosteiro Bidionico enquanto o Padre Bidião cantava: Prova de amor, maior não há que doar terras a seus irmãos....

Irmãos, nada mais entristecedor quando em um sistema de feudalismo, percebemos a presença de uma imensidão de terras na mão de um só senhorio. Nessa imensidão, poderia caber compaixão ao próximo que de acordo com o sistema, do curral não passa. Lá dormem os pequenos subestimados de sua enorme força e potencial. Só conseguem ver o sol, a lua e as estrelas, além da enorme mata com habitantes diversos, principalmente primatas. Certa vez, ao praticar exercício de sobrevivência na floresta, acordei assustada com um barulho estranho pensando que se tratava de invasão de soldado inimigo. Já estava de rifle na mira quando percebi que se tratava de um simples macaco a procurar por bananas. Realmente, bananas eram o que mais haviam no império feudal. Tanto para venda como para doação, numa vasta área de terra que poderiam em lugar de vender, poderia ser doada. Lalá sempre fora uma sem teto, e por isso mesmo sentia na pele, o que se passava na vida daquelas pessoas a dor de viver limitada ao curral em um sistema que insiste na escravidão. Ahhhh.... Esse império feudal que a todos faz sentirem-se presos à moagem de uma monocultura dos tempos da colônia, serve de exemplo paradoxal da falta da prova de amor.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui