Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
107 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57535 )
Cartas ( 21185)
Contos (12631)
Cordel (10185)
Crônicas (22291)
Discursos (3141)
Ensaios - (9093)
Erótico (13416)
Frases (44315)
Humor (18629)
Infantil (3912)
Infanto Juvenil (2858)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138263)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4990)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Cachaça, tapa e gaia Bidião -- 07/11/2016 - 18:51 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Cachaça, tapa e Gaia Bidião

O ambiente Bidiônico, além de irreverente tem uma dose de anarquia que garante a qualidade de vida aos que trafegam nas ideias. A bebida divinificada ganha uma conotação real de medicamento para a dor amenizar. Anestesia e dá forças ao esmagado pelo moinho da dor, cantarolar e sorrir da mesmice de sempre. Tudo é cíclico e deve ser reciclado até a finalização do metabolismo dos fatos que tramitam na nossa cara em forma de sutil tapa da mestra Vida. Encantadora e divina que a ela nos faz dobrar e render-lhes atenção que a todos devem submeter-se, não para se tornar um pano esfarrapado a ser tripudiado, mas para ser ovacionado pela experiência. Todos somos livres discentes para ficarmos entorpecidos na dor ou para levantarmos com disposição. Não há o que temer, pois nos é permitido errar com consequências que lá na frente veremos quão felizes somos. Bater com a cara no muro é típico dos vitoriosos, mesmo que a cada pancada nasça uma gaia que vai nos orientar para onde jamais queremos voltar. Mas volte, quantas vezes for necessário até a elucidação dos cálculos geométricos das ilusões temporais. Por que tudo é engano. Nada é objeto e viver na loucura é ter a coragem de assumir-se e sumir dos padrões de normas ilusórias hipócritas a que muitos por medo, se ocultam.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui