Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
16 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57517 )
Cartas ( 21184)
Contos (12611)
Cordel (10179)
Crônicas (22288)
Discursos (3141)
Ensaios - (9089)
Erótico (13416)
Frases (44292)
Humor (18621)
Infantil (3907)
Infanto Juvenil (2852)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138244)
Redação (2947)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4986)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->O cão e a Nação gente -- 07/11/2016 - 18:45 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O cão e a Nação gente

Vim pela estrada ora chão pisado, ora de asfalto, com um companheiro das horas boas e ruins. Sempre caminhando ao meu lado, apenas me fitando. Com seu olhar, Caçarola conversava respondendo apenas com a iris. No vocabulário, embora restrito, só havia doçura e compreensão. Na tristeza, seus olhos me abraçavam, na alegria, pulavam comigo, na fartura, partilhavam e na penúria, me confortavam enchendo-me de paz e esperança. Eu e ele olhávamos a Nação gente, e só víamos correria, gritos, brigas, e todos os tipos de cobrança. Menos compreensão. Comecei então a perceber, a ausência de compreensão, que é tão frequente no nosso diálogo (Caçarola e eu). Caçarola apenas fitava com o olhar de querer compreender o porquê das pessoas serem tão insatisfeitas, insaciáveis e irritadas se elas tinham todos os atributos, inclusive o da inteligência e racionalidade disponíveis ao próprio uso. Quando nos olhávamos, sempre estávamos em sintonia, como se eu tivesse a grandeza da alma canina e entendesse a linguagem das emoções, passivamente. Decidimos, só com o olhar que a estrada seria outra nossa melhor parceira que nos dava o chão de barro ou de asfalto, como um verdadeiro tapete vermelho. E assim continuamos caminhando no caminho da felicidade, vivendo e cantando: " Felicidade é uma cidade pequenina, uma casinha, uma colina..."



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui