Usina de Letras
Usina de Letras
37 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61983 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10446)

Cronicas (22532)

Discursos (3236)

Ensaios - (10271)

Erótico (13561)

Frases (50402)

Humor (20004)

Infantil (5393)

Infanto Juvenil (4728)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140727)

Redação (3291)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1957)

Textos Religiosos/Sermões (6144)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Erotico-->VIDAS SEM ORGASMO -- 18/06/2012 - 23:48 (ADhemyr Fortunatto) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Quem pensa que isso é incomum, está enganado.
É bem recorrente, isto sim.
Conhecimento e diálogo são tudo.
Obviamente, que o antes, mas o antes mesmo também prevalece aqui.
(Mas eu estou falando do antes, quando ambos nem pensavam em fazer amor... Que adianta querer ser feliz na hora do "amor", se, por exemplo, durante o dia um disse tantos desaforos ao outro?).

Que mentira deslavada essa, a de que na cama se resolve tudo...
Mentira mesmo!
Na cama não se resolve nada.

Cama ou é a consequência de uma boa vida a dois, ou então, simplesmente, o lugar de dormir e nada mais. E já está de bom tamanho.

É importante que o homem dê a liberdade à mulher para que ela fale tudo, absolutamente tudo em relação ao que ELA CONHECE DO CORPO DELA... Ou seja, o que lhe dá mais prazer.

Aí ela vai falando, e ele vai fazendo o que dá prazer a ela...

Parece tão fácil, né?

Mas dificilmente os homens se interessam em saber o que a mulher sabe do corpo dela própria.
E grande parte das mulheres não se sentem à vontade de dizer, se ele não a estimula a falar.

Consequência, --- se é calor, fica então aquela coisa monótona de suor entre ambos, e prazer... nada!

Se é frio, um arzinho gelado entrando por baixo, e ela torcendo que ele termine logo, porque prazer... nada!

Há casos de mulheres que levam quase a vida toda para descobrir o prazer, esse praaaaaaaaaaaazer de que tanto se fala! (E que nem todas sentem!)...

É triste, --- vidas sem prazer, nojo de fingir que sente orgasmo a cada vez que ele quer...
E ela querendo que ele queira cada vez menos.
Assim, fingiria menos!
Triste...
Vidas que seguem sem prazer.

==========================================
Escritor ADhemyr Fortunatto.
Autor dos seguintes livros:
1 - REFLEXÕES DE UM SUJEITO À TOA (Usina de Letras - 2012)
2 - TODA FEMINISTA TEM UM MACHÃO NO CORAÇÃO - Editora Parma.
E-mail:
adhemyr_fortunato@yahoo.com.br
BLOG:
http://olivro-reflexoes.blogspot.com
===========================================================

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui