Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
126 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59120 )

Cartas ( 21236)

Contos (13110)

Cordel (10292)

Crônicas (22195)

Discursos (3164)

Ensaios - (9437)

Erótico (13481)

Frases (46507)

Humor (19274)

Infantil (4457)

Infanto Juvenil (3722)

Letras de Música (5478)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138224)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5522)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->ATENTADO AO HINO NACIONAL BRASILEIRO -- 25/09/2016 - 16:57 (benedito morais de carvalho(benê)) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.
O Hino Nacional é um dos quatros simbolos oficiais da República Federativa do Brasil, os outros são a Bandeira Nacional, o Brasão da Republica e o Selo Nacional.
Todos os brasileiros alfabetizados aprenderam, em algum momento de suas vidas escolares quais são as regras, mas poucos se lembram delas na hora de cantar o Hino Nacional. Uns se acham acima da Lei, outros acima da Pátria, talvez  esses  dois motivos  justifiquem os lapsos de memória.
Todos nós sabemos da capacidade inquestionável do mano Caetano Veloso, sua intelectualidade aguçada, poucos brasileiros dominam a lingua portuguesa tão bem quanto ele, sua poesia é fascinante, voz inconfundível e apaixonante.
Não tenho dúvidas que o Caetano certamente sabe  que o Hino Nacional deve ser cantado com respeito. Se um povo não respeita os seus próprios simbolos, quem respeitará esse povo?
Foi nesse tom de prepotência e arrogância que o idolo Caetano Veloso diante dos perfilados Ministros e convidados, cantou o Hino Nacional sentado num banquinho, e pasmen, de pernas cruzadas, como se o Hino Nacional Brasileiro fosse uma musiqueta qualquer.  A agressão ou atentado, como queiram, ao Hino Nacional aconteceu na cerimônia de posse da Ministra Cármem Lúcia como Presidente do STF-Supremo Tribunal Federal na tarde do dia 12 de setembro p.p.
Mergulhei no passado e imaginei o menino Caetano, gozando de plena saúde fisica, cantando o Hino Nacional, sentado com as perninhas cruzadas, lá no pátio da minha saudosa Escola Senador Martiniano de Alencar- Barbalha-Ceará, sob o olhar de águia da Professora Angelita Teles...o  puxão de orelha no menino contraventor, sería inevitável, reação natural da Mestra indignada com tamanho desrespeito ao Hino Nacional Brasileiro.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 49Exibido 409 vezesFale com o autor