Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
229 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59126 )

Cartas ( 21236)

Contos (13112)

Cordel (10292)

Crônicas (22195)

Discursos (3164)

Ensaios - (9439)

Erótico (13481)

Frases (46510)

Humor (19278)

Infantil (4457)

Infanto Juvenil (3724)

Letras de Música (5478)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138227)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5523)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Erótico-->No escurinho do cinema -- 14/05/2002 - 18:26 ( Andre Luis Aquino) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. As luzes se apagaram e meu desejo por você se ascendeu, os trailers estão passando e as nossas mãos se roçando, o filme enfim começa e o nosso tesão também.
Nos beijamos, tocamos nossas línguas num feroz vai e vem, um balé de línguas, uma sinfonia de sentidos, um carrossel de vontades, uma roda-gigante de carinhos.
Com os olhos fechados e com as luzes apagadas conseguimos nos ver através do tato, pele macia, cabelos lisos, nos reconhecemos pelo cheiro, nos damos por inteiro nas pontas dos dedos e da língua.
No escurinho do cinema fazemos escondido de todo mundo, mas abertamente um para o outro, declaramos nosso desejo sem precisar dizer uma palavra, você me toca lá com força, eu te toco lá com carinho, quero sentir o seu gosto no bico dos seus seios, mas como sem ninguém ver, preciso então imaginar como seria.
Você sabe me fazer gozar sem precisar tirar a roupa, eu te faço tremer com o meu toque, te molho para depois secar, provoco em você desejos que você nem imaginava que sentia.
No escurinho do cinema, o desejo brilha, o tesão é fluorescente, somos um homem e uma mulher em plena ebulição, vulcões que estavam extintos loucos para derramar de novo suas lavas incandescentes um no outro.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui