Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
90 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57377 )
Cartas ( 21181)
Contos (12602)
Cordel (10138)
Crônicas (22257)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44132)
Humor (18585)
Infantil (3846)
Infanto Juvenil (2802)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138545)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4944)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->Tu e você (*) -- 11/10/2008 - 22:05 (Benedito Pereira da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Tu e você (*)


A magia da lingua portuguesa!


Você sabe a diferença entre tu e você?


Se você pensa que sabe, veja abaixo um pequeno exemplo, que ilustra muito bem essa diferença:


O Diretor Geral de um Banco estava preocupado com jovem e brilhante diretor, que depois de ter trabalhado durante algum tempo com ele, sem parar nem para almoçar, começou a ausentar-se ao meio-dia.


Então o Diretor Geral do Banco, chamou um detetive e disse-lhe:


-- Siga o Diretor Carlos Alberto durante uma semana, durante o horário de almoço.


O detetive, após cumprir o que lhe havia sido pedido, voltou e informou:


-- O Diretor Carlos Alberto sai normalmente ao meio-dia, pega o seu carro, vai a sua casa almoçar, faz amor com a sua mulher, fuma um dos seus excelentes charutos cubanos e regressa ao trabalho.



Responde o Diretor Geral:


-- Ah, bom, antes assim. Não há nada de mal nisso...


Logo em seguida, o detetive pergunta:


-- Desculpe-me. Posso tratá-lo por tu?


-- Sim, claro! respondeu o Diretor surpreendido!


-- Bom, então vou repetir:


O Diretor Carlos Alberto sai normalmente ao meio-dia, pega o teu carro, vai a tua casa almoçar, faz amor com a tua mulher, fuma um dos teus excelentes charutos cubanos e regressa ao trabalho... Entendeste agora?


________
(*) Recebido, por e-mail, de Vera Lúcia Frazão, extraordinária criatura e amiga das letras.



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 822 vezesFale com o autor