Usina de Letras
Usina de Letras
21 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61956 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22529)

Discursos (3235)

Ensaios - (10258)

Erótico (13560)

Frases (50362)

Humor (19994)

Infantil (5388)

Infanto Juvenil (4724)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140713)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6141)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Amar Tudo -- 03/12/2001 - 21:23 (Antonio Langer) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Arbustos

Ventos

Desertos

Amar você e todos os tormentos



Chuva

Tempestade

Imortalidade

Amar você e a descontinuidade



Tão banal

Tudo natural

Sobrenatural

Amar você da forma mais normal



Estratégias desorientadas

Histórias mal contadas

Que não significam nada

Amar você porque tudo é nada



Todos os sucessos

Novos processos

A reconstrução de cada dia

Amar você, quem diria?



É o inferno

Inverno

Eterno

Amar você é ser moderno



Comumente

Demente

Inconsequente

Amar você aberta e desesperadamente



A realidade

Toda a verdade

A felicidade

Amar você com amizade



Pode ser pouco

Posso ser louco

Absurdo

Amar você pra mim é tudo.



20/11/97
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui