Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
200 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58107 )
Cartas ( 21211)
Contos (12845)
Cordel (10239)
Crônicas (22073)
Discursos (3147)
Ensaios - (9222)
Erótico (13451)
Frases (45253)
Humor (18925)
Infantil (4144)
Infanto Juvenil (3225)
Letras de Música (5503)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138679)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5244)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->Missivas (*) -- 02/05/2008 - 23:51 (Benedito Pereira da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Missivas (*)


Ref.: "O homem que mandava lembranças" (CB, 20/04/08, Cidades, p. 34).


Ao jornalista Marcelo Abreu, da Equipe do Correio


Prezado Marcelo Abreu:


Conforme já lhe disse muitas vezes, leio sempre suas matérias. Faço invariavelmente alguns versos alusivos ao conteúdo e publico no Usina de Letras. Às vezes não comunico a você para não superlotar mais sua Caixa de Entrada.

Entretanto, o toque profundo e melancólico da de hoje levou-me aos primórdios da Cidade Livre (Atual Núcleo bandeirante), onde passei alguns anos de minha semi-infância/adolescência.

Com Carteira Profissional assinada, eu não cobrava pelos escritos, poucos, que fazia mais para ajudar operários que freqüentavam, nos domingos, o comércio em que eu trabalhava.

O Sr. José Lineu era mais profissional. Também pudera! Ginásio concluído. Desse tempo, saudade e agradecimentos.

Brasília faz 48 anos. Linda e promissora. E eu, ao seu lado, com mais de meio século, aqui estabelecido, transmito-lhe toda a minha gratidão e um beijo carinhoso.

Como não podia deixar de ser, fiz mais uma sextilha, que divulguei no Usina de Letras:


Quinhoeiro (*)


Ex-escrevedor de cartas,
Antes que o meu peito partas,
Relembro-me: -- já fiz isso!
Primário completo. Afoito.
Treze anos. Cinqüenta e oito.
Escrevi sem compromisso.


_________
(*) "O homem que mandava lembranças" (CB, 20/04/2008, Cidades, p. 34).


Com admiração e respeito,
o pioneiro Benedito


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 660 vezesFale com o autor