Usina de Letras
Usina de Letras
13 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62153 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13567)

Frases (50555)

Humor (20023)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140788)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6177)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->MULHER DE PALAVRA -- 18/11/2001 - 01:11 (Anita de Souza Coutinho) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
MULHER DE PALAVRA





Não me chamo rosa

mas tenho meus espinhos.;



Meu nome é palavra

com força de grito em cada A

sou eu mesma onomatopéia

e abreviação

porque cada momento meu

ganha uma palavra

cada poro é palavra

e este piscar de olhos da timidez

palavras em lotes

uma de cada vez



Sou simplesmente assim:

uma mulher de palavra

tudo pode me ser dito

pior, tudo por escrito...



Mulher é mais que palavra

mas todas a levam a sério.

palavra é quase o meu nome

com força no A

com ar de mistério...

Mas não me chamo rosa

e não me caem bem estes espinhos.

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui