Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
108 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57023 )
Cartas ( 21168)
Contos (12612)
Cordel (10075)
Crônicas (22188)
Discursos (3134)
Ensaios - (8996)
Erótico (13394)
Frases (43615)
Humor (18448)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2679)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138224)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4848)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->PAIXÃO PELA ARTE -- 26/04/2007 - 20:40 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
PAIXÃO PELA ARTE

Muitas vezes começamos a escrever por hobby ou até mesmo por falta do que fazer. Todavia, quando tomamos gosto pela coisa e esse ato passa a ser uma necessidade dentro de nós, feito um vício, procuramos na medida do possível fazer o melhor, colocar nossa alma no papel. E ao se aventurar pela trilhas – muitas vezes tortuosas – do ato de escrever, mais e mais nos damos conta de que as palavras fluem com mais facilidade. E isso nos dá mais liberdade, nos leva a ir mais fundo, a se arriscar mais. E assim passamos a descrever situações que não fazem parte da nossa experiência pessoal, ou seja, não falamos mais de nós mesmos – o que comumente acontece nos primeiros escritos – e sim de situações imaginárias.
Isso faz com que sentimos necessidade de mostrar o nosso trabalho a outras pessoas, pois já não escrevemos mais para nós e sim para os outros, para emocioná-los e diverti-los.
Existem aqueles que até podem se contentar em escrever para os amigos, pois não levam a coisa muito a sério; mas há também aqueles que não se contentam somente com isso: sentem necessidade de mais e mais leitores e do reconhecimento destes. São pessoas que encaram a literatura como uma profissão, embora o retorno financeiro nunca se concretize. No entanto, o prazer de saber que alguém aprecie o seu trabalho muitas vezes acaba sendo maior do que a falta de dinheiro; até porque a literatura é uma arte e para o artista a paixão pela arte está acima de qualquer dificuldade financeira. E às vezes é mais importante ver o seu trabalho reconhecido e divulgado que qualquer outra coisa.
Talvez seja por isso que para alguns autores o reconhecimento vem em primeiro lugar. São esses que, quando lhe escrevem pedindo autorização para usar o seu texto em uma publicação ou em uma produção artística, não conseguem conter o sorriso, a sensação de deleite. Sim, porque isso dá um prazer enorme. Só quem o experimenta sabe.
Eu como outros colegas aqui da usina de letras, que fazem do escrever uma paixão, e que talvez por isso tenham o seu trabalho reconhecido, venho recebendo ultimamente vários e-mails com pedidos de autorização para a publicação de meus textos em livros, sites, campanhas publicitárias e vídeos educativos. Isso pode não dizer muita coisa, pode não ser prova de que tenho algum talento, entretanto, se isso não fosse verdade, eu não seria nem tão lido e as pessoas não se interessariam assim pelo meu trabalho.
Assim, com o intuito de mostrar aos meus leitores que textos são esses, fiz a lista abaixo:

NÃO DEIXE DE SER CRIANÇA – Será publicado num livro didático pela Editora do Brasil de São Paulo.
SER ADOLESCENTE É(1)... - Foi usado num video produzido pela ONG Instituto Mamulengo Social de São José dos Campos - SP que trabalha com adolescentes.
É POR ISSO QUE TE AMO – Parte de texto foi usada numa campanha publicitária em Belo Horizonte.
O DIÁRIO DE ANA CARLA – Como o próprio título diz, é a versão da personagem Ana Carla da história A MENINA DO ÔNIBUS. Recebi um convite da Editora Soler de Belo Horizonte para publicá-lo em livro. A obra completa já está quase pronta. Aliás, estes dois textos me renderam até agora mais de 100 emails elogiosos.
APRENDA COM TEUS ERROS – Usado pela professora Isabela no colégio IPEI em João Pessoa -PB
ELA É MINHA VIDA – Gravada por "POLEIRO" em Portugal.
NÃO DEIXEM MORRER AS FLORES – Selecionado e Lido no prgrama "AGITO GERAL" da RÁDIO GLOBO pelo comunicador DAVID RANGEL

Além dos textos acima, autorizei a divulgação de vários outros em sites, blogs e etc. Pedia apenas que citassem a fonte e o meu nome. Isso pode ser comprovado através de uma pesquisa pelo Google pelo nome “Edmar Guedes”. Aliás, alguns usaram sem minha autorização embora tenham informado o nome do autor; todavia, acredito que um número ainda maior de pessoas podem ter usado meus textos sem que o autor fosse citado. Por falar nisso, fui surpreendido há uns dois meses ao fazer uma pesquisa pelo meu nome no Orkut e encontrar algumas ocorrências. Ao verificá-la descobri que se tratavam textos de minha autoria no perfil de algumas pessoas, que não omitiram a autoria dos mesmos.



LEIA TAMBÉM:
FEITO O SOL COM O SEU BRILHO PRECISO
PELO QUE HÁ NO TEU CORAÇÃO
PRONTA PARA O AMOR
SERÁ VOCÊ???
TU ME CONDENASTES A UMA MORTE SOFRIDA
O PRAZER DE TE AMAR
CARÍCIAS NO CORAÇÃO
TODOS OS DIAS O MESMO DIA
A MINHA MÃE
TE CONHECER MUDOU MINHA VIDA
CARTA ABERTA AO SR. FÉLIX MAIER
O 1º TEXTO A COMPLETAR 100.000 LEITURAS
EU NÃO ACREDITAVA EM MILAGRES
VIVA INTENSAMENTE ESSA PAIXÃO
SOBRE A AMIZADE
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui