Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
180 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59136 )

Cartas ( 21236)

Contos (13103)

Cordel (10292)

Crônicas (22196)

Discursos (3164)

Ensaios - (9439)

Erótico (13481)

Frases (46519)

Humor (19281)

Infantil (4461)

Infanto Juvenil (3729)

Letras de Música (5479)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138237)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5525)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->Retorno ao Paraíso -- 11/04/2007 - 23:01 (ANA SUELY PINHO LOPES) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. Caro Amigo,

Mais uma vez foi maravilhoso estar em São Jorge... conviver mais intimamente com a natureza, respirar o ar puro, sentir o cheiro que as árvores exalam, deliciar a música emitida pelos pássaros, mesmo que tímida e a exuberância dos santuários ecológicos, dos banhos de cachoeira que renovam cada pedacinho do corpo e essencialmente da alma.

Rever os cristais, as pedras - plumas, os artistas - enlouquecidos pela beleza natural, a vegetação do cerrado, a borboleta azul que tanto encanta - pela segunda vez tentei a fotografar e foi em vão,provavelmente não me foi concedido os "direitos autorais" da mãe natureza para fazê-la pairar e "pousar" para uma foto.

Foi muito gratificante... confesso que viver de verdade é sentir a emoção de cada experiência como única.

Reencontrei a natureza diferente, em seu novo ciclo natural florescendo cada estágio conforme a estação... suas transformações são fascinantes, respeitando a capacidade de sobrevivência. Certamente o espírito do homem também passa por essa escola... Há sutilezas que exigem mais sensibilidade para serem compreendidas!

Meu desejo aumentou mais ainda ao perceber a natureza mais aconchegante, ao compreender a sua geografia em todas as dimensões.

São Jorge, as estrelas, juízes testemunhos de prazeres, de desejos, de sonhos, de verdades, de graças, da tamanha energia presente que nos leva a acreditar, no poder da harmonia, da sintonia, de uma compreensão "artística",um verdadeiro convite ao êxtase e a certeza de um passaporte à felicidade!

Toques mágicos, sagrados,conduzidos por mãos divinas, momentos etéreos "abençoados", sensação semelhante ao dom que os artistas evocam na hora da criação, seja um quadro de uma obra de arte,uma poesia, uma declaração de amor, ou qualquer forma de expressar amor.

Momento propício para firmar os desejos de evolução, seja de maturidade, sabedoria ou de atingir a verdade absoluta, premissa tão investigada pelos filósofos.

Pena que não atingimos ainda um estágio espiritual evoluído que nos permita compreender a possibilidade de tornarmos a vida mais simples e melhorar nossa capacidade de relacionamento.

As fotos ficaram maravilhosas, todas me fazem reviver momentos de perplexidade diante do belo.

Estou com mil idéias para escrever... com o tempo farei com que cada uma se transforme num poema!

Quando vens aqui? ou melhor... quando vais ao Alto Paraíso? melhor mesmo é ser morador de São Jorge, habitante da lua ... vizinho do Paraíso (Alto).

Beijos no coração, um abraço inesquecível e estou com muita, muita saudade... se cuida, cuida de São Jorge, do meio ambiente, da natureza(ela é linda)! não se reprima, não se omita, não se critique... ame, ame e ame...

Ah, procurem a borboleta azul para mim... ela é linda, magnífica, misteriosa, enigmática... já que não obtive a honra de fotografá-la .. diga-a que a admiro muito ... ela é a Diva do Cerrado.

Farei uma poesia para homenageá-la!

Peço que não esqueça os bons momentos que apreciamos e agradecer sempre a São Jorge o banquete que é oferecido a cada visitante, que se torna um verdadeiro agregado.

Prometo que vou tentar retribuir todo o carinho à São Jorge, seja em forma de poesia, crônica ou frases; em especial aos talentosos artistas que enaltecem o lugar.

Beijos no coração...

Até qualquer dia!

Obs. À medida que conheço melhor São Jorge, a saudade aumenta.

Homenagem à São Jorge (Chapada dos Veadeiros, 2ª viagem, abril/2007)
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui