Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
209 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58142 )
Cartas ( 21211)
Contos (12862)
Cordel (10239)
Crônicas (22086)
Discursos (3147)
Ensaios - (9227)
Erótico (13452)
Frases (45293)
Humor (18937)
Infantil (4159)
Infanto Juvenil (3232)
Letras de Música (5506)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138711)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Há noventa e cinco anos nascia Capitão Madiba Mandela. -- 07/12/2013 - 13:41 (Marco Túlio de Souza) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Há noventa e cinco anos nascia Capitão Madiba Mandela.

Querido amigo Madiba.
Não chegamos há nos conhecer pessoalmente mas, você era pra mim um velho conhecido.
Condenado por uma minoria branca.
Que sorriso...
Um Deus vivo.
O Deus da África.
Que olhar contagiante.
Um semblante de paz e amor.
Como dançava bem.
Não seguiu livros “sagrados”.
Homens bons não precisam seguir nada.
Não usou espada e não comprou indulgências.
Vinte e sete anos preso?
Madiba, você não irá para o inferno porque o inferno foi aqui.
Céu também não, céu é uma grande “invenção”.
O seu lugar é aqui.
Se existir espírito o seu ficará na África.
Madiba sabe de uma coisa já estou com saudades das suas aventuras e do seu sorriso.
Aquela mão grande que quase tampava a televisão.
Como você sempre disse: Eu sou o capitão da minha alma.
Madiba em sua homenagem estou escutando Ella Fitzgerald pra matar a saudade.
Madiba o mal não venceu.
O bem é que perdeu.

Autor: Marco Túlio de Souza
Todos os direitos reservados ao autor.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui