Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
170 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59112 )

Cartas ( 21236)

Contos (13108)

Cordel (10292)

Crônicas (22195)

Discursos (3164)

Ensaios - (9435)

Erótico (13481)

Frases (46498)

Humor (19274)

Infantil (4456)

Infanto Juvenil (3718)

Letras de Música (5478)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138219)

Redação (3052)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5520)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->POETAS DO MUNDO -- 13/01/2007 - 19:04 (Lílian Maial) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. POETAS DO MUNDO
® Lílian Maial


Estive esta semana numa reunião de "Poetas del Mundo", aqui em minha cidade – Rio de Janeiro – capital do estado do qual fui nomeada consulesa.

Essa reunião aconteceu para homenagear o Secretário-Geral do projeto Poetas del Mundo, Luiz Árias Manzo, em visita à cidade, e teve a participação da Embaixadora do Brasil para Poetas del Mundo, Delasnieve Daspet, e de diversos cônsules e poetas de outras cidades e estados, além de representantes de inúmeras entidades com fins literários.

Cada participante deu sua contribuição à justa homenagem, houve entrega de medalhas e diplomas, empossamentos, música e poesia e, ao final, uma deliciosa confraternização.

Porém, o ponto alto do evento foi o discurso consciente e compromissado de Árias Manzo que, em poucos minutos, fez uma breve trajetória da história político-social da América Latina, analisando a guerra e a paz, as guerrilhas, o terrorismo e a necessidade premente de se conhecer a paz e estendê-la a todos os povos, numa comunhão através da poesia e da palavra.

Manzo emocionou a platéia com sua calma e decisão, com sua visão distanciada e lúcida, com sua vontade e seu sonho, com sua disposição e seu comprometimento, ao longo da narrativa da opressão, tortura e submissão pela força de vários povos, dominados ou infiltrados pelo que chamou de “império”, comparado ao antigo império romano.

Explicou que o movimento não pode ficar estagnado, e que vem atingindo já cerca de 127 países por todo o mundo, e que no Brasil vem crescendo exponencialmente, assim como no mundo árabe.

Talvez por esse importante crescimento e o inegável amor pela vida e a liberdade do nosso povo, o Brasil foi o país escolhido para sediar o II° Encontro Internacional de Poetas del Mundo, previsto para setembro de 2008, restando apenas a decisão de qual cidade terá as melhores condições de acomodar as centenas de poetas de todo o mundo que chegariam para o evento. Naturalmente o Rio de Janeiro é candidato, assim como Belo Horizonte, Porto Alegre e Natal.

Assim, faço um convite a todos os poetas – brasileiros ou não – para integrarem imediatamente o movimento Poetas del Mundo, para levar a poesia e a palavra a quem tem fome de cultura, numa tentativa de união dos povos num imenso círculo de amor.


Visitem o site:

http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=826

No caso de interesse, basta enviar um e-mail para cadastro, e receberá as instruções.

Convoco todos os poetas cariocas, fluminenses e brasileiros em geral, para integrarem o movimento, pois em 2008 teremos esse mega-evento, e vamos precisar de todos!

**********
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui