Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
214 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58670 )
Cartas ( 21224)
Contos (12992)
Cordel (10256)
Crônicas (22148)
Discursos (3159)
Ensaios - (9331)
Erótico (13465)
Frases (45873)
Humor (19089)
Infantil (4324)
Infanto Juvenil (3488)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1335)
Poesias (137930)
Redação (3031)
Roteiro de Filme ou Novela (1059)
Teses / Monologos (2423)
Textos Jurídicos (1940)
Textos Religiosos/Sermões (5387)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->A morte do “Geraldino” – Futebol -- 04/05/2013 - 00:25 (Marco Túlio de Souza) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. A morte do “Geraldino” – Futebol

Estádios maravilhosos.
Ingressos comprados pela internet.
Lugares marcados.
Torcedor sentado.
Área vip.
Ingressos caríssimos.
Torcidas organizadas como se fossem donas do campo.
Torcedores burgueses vibrando sentados.
Como se vibra com um gol decisivo aos quarenta e quatro do segundo tempo, sentado?
Que graça tem?
Acabou a Geral.
O Geraldino não corre mais, não grita mais e não quebra o rádio.
O Geraldino é assalariado.
Futebol só no rádio e na TV aberta ou então vai pro boteco ver na TV paga.
Hoje a televisão filma técnico de futebol.
E o Geraldino ta querendo saber desses burocratas.
Tem uma quantidade de jogadores comuns que viram craques de um dia para outro.
Futebol é igual poesia se for organizada não é arte.
O Geraldino é a mais clara exclusão social.
Nós, torcedores brasileiros não somos europeus, nós gostamos de vibrar seja até em uma “pelada”.

Autor: Marco Túlio de Souza
Todos os direitos reservados ao autor.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui