Usina de Letras
Usina de Letras
35 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61983 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10446)

Cronicas (22532)

Discursos (3236)

Ensaios - (10271)

Erótico (13561)

Frases (50402)

Humor (20004)

Infantil (5393)

Infanto Juvenil (4728)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140727)

Redação (3291)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1957)

Textos Religiosos/Sermões (6144)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->Carinho -- 26/09/2000 - 14:44 (Andréa Abdala) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Carinho é algo conquistado
não se compra na esquina
É para ser dito e aclamado
Como hino na voz da torcida
É fato e laço sacramentado
Sai do coração para a tinta
Pode ser até bem digitado
Pelas mãos dessa menina


Carinho não tem muito valor
Pulseira de ouro ou diamante
Contudo é essência do amor
Belíssimo colar de brilhante
Seja mal ou bem comportado
Será com beijinhos acolhido
Carinho para o bem amado
Atraente namorado e amigo


Carinho é o desejo que resta
O respirar ameno do deserto
É aniversariante de toda festa
O passo meigo e mais correto
Estrada e curva anti-derrapante
Alimenta e sacia o pé descalço
Somente ele é praga horripilante
Quando torna-se feioso e falso


Carinho para o mundo inteiro
Independente do povo e raça
Ele chega manso e sorrateiro
Quando vem da alma abraça
Carinho para toda nossa gente
Menino, homem, moço, doutor
Mas a paixão de todo carinho
Quem conhece é o meu senhor.



©Andréa Abdala
26/09/00
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui