Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
205 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58142 )
Cartas ( 21211)
Contos (12862)
Cordel (10239)
Crônicas (22086)
Discursos (3147)
Ensaios - (9227)
Erótico (13452)
Frases (45294)
Humor (18937)
Infantil (4159)
Infanto Juvenil (3232)
Letras de Música (5506)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138711)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5251)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Verbo passado. -- 06/05/2012 - 00:27 (Marco Túlio de Souza) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

 

Verbo passado.

 

Você entrou na minha vida.

Devastou minha identidade.

E eu não sabia o que fazer: magoar você ou amar você.

Gritou comigo.

Quantas vezes sai, calado com ódio e ferido.

Passos curtos e pesados.

Ansiedade pra não te ver jamais.

Mas que foda, eu te amava e me culpava.

Não tem problema ninguém é obrigado a amar alguém.

Mas devia.

O novelo caiu e rolou.

Eu vi.

Você não reparou, estava a toda...

Preferi o pit stop.

Sou devagar.

Não sei o que são adjetivos.

Não entendo substantivos

Não conjugo mais, verbos do passado.

 

Autor: Marco Túlio de Souza

Todos os direitos reservados ao autor.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui