Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
49 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59136 )

Cartas ( 21236)

Contos (13103)

Cordel (10292)

Crônicas (22196)

Discursos (3164)

Ensaios - (9439)

Erótico (13481)

Frases (46519)

Humor (19281)

Infantil (4461)

Infanto Juvenil (3729)

Letras de Música (5479)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138237)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5525)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Entre o bem e o mal -- 02/11/2011 - 09:24 (Juliana Mendes Velludo Guidi) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

Gente evoluída é outra coisa. Como gosto de estar com as mães do Pequeno Príncipe! Esse é o nome da escola onde meu filho estuda aqui em Ribeirão Preto. As crianças não se divertem tanto quanto as mães quando estamos todos juntos. Ontem saí com essa turma amada. Foi muito gostoso! Fomos ao Espeto do Geraldo, um lugar muito agradável. Amei!
Hoje vim registrar o quanto admiro minhas amigas. Minhas verdadeiras amigas. Ontem, cheguei mais tarde um pouco porque o Carlo teve psicóloga. Quando sentei-me à mesa, as meninas começaram a brincar dizendo que todos os espetos que estavam em uma bandeja eram para mim. Não entendi, mas ri e fiquei com cara de ponto de interrogação. A Dani, fazendo cara de ódio, dizia que era para eu comer tudo e engordar rs... Começaram a comentar umas fotos minhas e fazer piadas. A Alice dizia com seu sotaque carioca: "e o piorr é que ela é gente boa! Se pudéssemoss fazerr essess elogioss e pelo menoss falarr que ela é insuporrtável... mass não! Eu amo essa mulherr!". E, ao ouvi-las dizer que o que sentiam era inveja branca, pensei na inveja negra. A que tanto me incomoda. A que me enrtistece, pois sou mesmo do bem. Não quero o mal de ninguém... E aqui estou novamente lamentando burburinhos invejosos.
Essas fotos que geraram comentários, engraçados e tristes, estão no meu Facebook. Há as que veem, dizem que viram e fazem brincadeiras legais. E há as pobres de espírito que veem, fingem que não viram e fazem comentários desagradáveis pelas costas. Um deles, que chegou aos meus ouvidos, é ABSURDO! Disseram que chamei a Carina, mãe de um dos mais queridos amigos do meu filho, para ir à fazenda conosco porque agora ela será coordenadora no colégio rsrsrsrsrs... Eu PRECISO rir! E escrever. Senão morro de raiva!
Tenho duas turmas: a evoluída e a destruída. É! Porque do jeito que está... não dá mais. Conviver no colégio porque é necessário é uma coisa bem diferente de chamar cobras venenosas para ficarem enroladas em mim nos meus dias de lazer.
E pensar que não quis contato com  a cobra que minha cunhada resolveu criar. Essa não tem o veneno que têm as que trabalham comigo.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui